Atualize seu navegador!
Notícias

Apae-DF completa 22 anos de atendimentos em Ceilândia!

  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0186
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0181
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0265
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0319
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0172
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0193
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0287
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0241
  • UnidadeCeilandia22anosDSC_0216

Apae-DF completa 22 anos de atendimentos em Ceilândia!

Por Lizzie Fernandes

 

A Unidade da Apae-DF em Ceilândia completou 22 anos na última sexta-feira (12/05), mesma data em que realizou um café da manhã especial para seus parceiros. O evento contou com a presença de aprendizes, empresários, líderes da comunidade e dois representantes da Câmara Legislativa do DF, o deputado Juarezão e a deputada Luzia de Paula. A ação teve o objetivo de prestar contas sobre o trabalho desenvolvido na cidade e reforçar as parcerias para o desenvolvimento das ações sociais da Apae na região.

 

A Unidade de Ceilândia foi criada em 1995 para favorecer a locomoção dos aprendizes com deficiência intelectual e múltipla da região, evitando que precisassem se deslocar até a sede da Associação na Asa Norte. O espaço passou por diversas transformações ao longo do tempo, tendo sua última reinauguração no dia 14 abril de 2016, após passar por uma grande reforma.


Assim como em suas demais unidades, a APAE-DF contempla jovens e adultos a partir de 14 anos de idade em Ceilândia. As atividades são focadas em oficinas profissionalizantes de produção de alimentos (confeitaria, salgaderia, cozinha e panificação), de vendas e atendimento ao público e de higienização de ambientes. O atendimento abrange também atividades complementares, com ações de desenvolvimento acadêmico (aulas de informática e alfabetização por meio da Educação de Jovens e Adultos-EJA) e aulas de educação física. O objetivo é capacitar e inserir os aprendizes no mercado de trabalho.

 

A unidade também oferece uma oficina sócio-ocupacional para os aprendizes em fase de envelhecimento e/ou mais comprometidos, que não possuem perspectiva de inclusão no mercado de trabalho. Neste caso, o objetivo é favorecer sua autonomia pessoal e reduzir a dependência que possuem de terceiros para ações do dia a dia.

 

De acordo com a coordenadora Célia Maria de Araújo, a instituição tem feito um trabalho de comprometimento muito relevante para a Ceilândia, pois embora os alunos sejam encaminhados e empregados em diversos segmentos em todo o DF, prioriza-se a inserção dos aprendizes na própria comunidade local.

 

“A unidade preza pelo empenho e afetividade dedicados aos alunos, juntamente com as famílias, a comunidade, os associados e as parcerias com o Governo e Empresas”, ressaltou Célia.

 

A APAE-DF em Ceilândia atende cerca de 100 aprendizes por ano, mas está trabalhando com a perspectiva de ampliação predial e construção de novas salas, pois a demanda é crescente. Entre outros desafios, almeja-se uma quadra poliesportiva coberta e a aquisição de equipamentos mais modernos para as oficinas.

 

A instituição agradece a todos que fizeram e fazem parte da história da Unidade nesses 22 anos de atendimentos. Para além das instruções técnicas e educacionais, a APAE-DF tem se mostrado um lugar acolhedor para toda a comunidade. 


Fonte: Ascom Apae-DF